Sanduíche de chucrute, tahin e espinafre selvagem

Esta sanduíche é uma das que gosto de preparar naqueles dias em que tenho de passar muitas horas nalgum local onde não há nenhum restaurante do meu agrado. 

Utilizei um pão alemão que me tinha sido oferecido por uma amiga. Um pickle que deixei a fermentar durante um mês e que preparei com uma couve aqui da horta, sal, sementes de coentro e gengibre. Achei que para combinar, o tahin, ou pasta de sementes de sésamo seria o ideal, já que a introdução de uma gordura faz retardar a absorção dos açúcares do pão. E para aumentar a vida e a cor deste snack decidi colocar ainda umas folhas de espinafre selvagem. 

Acho que demorei menos de 5 minutos a prepará-la…portanto, se é pelo tempo, já não têm desculpa para levarem uma sanduíche pouco saudável nas vossas lancheiras. 🙂

Imprimir Receita
Sanduíche de chucrute, tahin e espinafre selvagem
Tempo Preparação 5 min
Doses
sanduíche
Ingredientes
  • 2 fatias pão alemão
  • 1 colher sopa chucrute caseiro
  • 1/2 colher sobremesa pasta de sesamo/tahin
  • 8 folhas espinafre selvagem podem substituir por qualquer vegetal de folha verde escuro
Tempo Preparação 5 min
Doses
sanduíche
Ingredientes
  • 2 fatias pão alemão
  • 1 colher sopa chucrute caseiro
  • 1/2 colher sobremesa pasta de sesamo/tahin
  • 8 folhas espinafre selvagem podem substituir por qualquer vegetal de folha verde escuro
Instruções de preparação
  1. Começa por barrar o pão com o tahin.
  2. De seguida, espalha o chucrute e termina com as folhas de espinafre previamente lavadas.
  3. Fecha a sanduíche e estará pronta a comer. 🙂
Recipe Notes

Servi este snack com uma salada de rúcula, azeitonas e flores capuchinhas. 

As azeitonas são também um alimento fermentado, que tal como o chucrute, estão carregadas de bactérias muito semelhantes às que se encontram no nosso intestino. Assim, quando as consumimos, estamos a fortalecer os nossos intestinos e o nosso sistema imunitário. 

Pelas suas benéficas propriedades, o consumo deste tipo de alimentos deveria ser feito numa base diária. É por essa razão que muitas pessoas defendem o consumo de alimentos como o queijo, o kefir, ou os iogurtes, também eles fermentados. No entanto, sou mais apologista do consumo de fermentados de origem vegetal, como sejam as azeitonas ou o chucrute, já que todos os lacticínios, ainda que fermentados, são fortes promotores da acumulação de mucosidade no nosso organismo e, em geral, agravam problemas respiratórios como sejam a sinusite, bronquite ou asma.

Num futuro artigo, partilharei a receita de chucrute...vão ver que é bem simples! 🙂



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *