A Tempura-te

Aventureira por natureza, sempre gostei de me desafiar… e foi em jeito de desafio que começou a minha viagem pela culinária.

Chamo-me Sara Barreiro, tenho 31 anos e sou formada em Gestão e Marketing, tendo exercido durante alguns anos nessa área, curiosamente em multinacionais da indústria alimentar. Mas, em determinado momento, senti necessidade de mudar muita coisa na minha vida. A forma como me alimentava foi uma delas. Foi então que descobri a Macrobiótica.

Li muito sobre o tema e experimentei muitas receitas. No entanto, nessa época, há sensivelmente 5 anos, fazia de tudo, sendo que a regra era que a base fosse vegetariana, o que me obrigou a reaprender tudo o que sabia de cozinha.

De qualquer forma, os ensinamentos que ia recolhendo da Macrobiótica ressoavam muito em mim. E, à medida que ia observando a forma como o ritmo do meu corpo se alterava com as mudanças dos meus hábitos, senti que tinha de aprofundar os meus conhecimentos. Foi assim que comecei o curso trianual do Instituto Macrobiótico de Portugal, em 2015.

Toda a viagem que tenho vivido desde que iniciei a formação no Instituto alterou profundamente a minha vida. Para além da alimentação, passei a aventurar-me a trabalhar a cozinhar em eventos, como retiros, casamentos ou jantaradas de porta aberta em que coloco todo o meu Amor nas refeições que preparo.

Seguiram-se ainda alguns meses a trabalhar no Sha Wellness Clinic, um resort de luxo, onde dava aulas de cozinha a hóspedes, grupos de jornalistas ou chefs. Mas o desejo de ser dona do meu tempo, fez-me optar por este projecto, onde a minha criatividade e autonomia não se esgotam.

E é assim que tenho vivido os meus dias… a preparar refeições maioritariamente com produtos de origem biológica, a dar workshops ou palestras e consultas de aconselhamento alimentar, tentando mostrar a todos os que me rodeiam que a alimentação é um dos muitos meios que nos permitem tornarmo-nos melhores pessoas e mais capazes de atingir o nosso propósito de vida. 

É este o trabalho que me proponho a fazer diariamente, desejando que, no fim de cada dia, as pessoas que passam por mim se sintam mais capazes de se nutrir apropriadamente, mais cheias de vida e energia, e com capacidade de se tornarem a estrelinha que, no fundo, brilha em todos nós.